Você já parou para pensar em um mundo sem internet?

Muitos relacionam o fim do mundo com desastres naturais e ataques de zumbis, mas, a verdade é que o mundo surtaria mesmo sem internet

Publicada: 21/06/2012

2012 é um ano que, para muitos, acontecerá um grande apocalipse. Para os crédulos, é possível prever desastres naturais, meteoros gigantes, zumbis, qualquer ataque do tipo. Paralelamente, para outras pessoas, o fim do mundo pode ser comparado a um só fato: a extinção da internet.

É só parar para pensar sobre como seria o mundo que vivemos sem a existência da web. Imagina só, não contar com um email ou não saber da vida do seu ciclo social através do Facebook ou Twitter. Talvez, a maior dificuldade será fazer uma pesquisa sem utilizar o Google. Para dar um panorama de como seria o mundo sem a internet, o site Online Education desenvolveu um infográfico que serve de pesadelo para muitos amantes da internet.

A partir de 2002, o número de usuários da internet quadruplicou, chegando a 2,3 bilhões de internautas em todo o mundo. Hoje em dia, o poder da internet é tanto que existem 550 milhões de websites, sendo que 300 milhões foram criados só no ano passado.

De acordo com o infográfico, se cada usuário resolvesse pagar por correspondências ao invés de mandar email, ele gastaria US$ 6,3 trilhões, o que corresponde a 80 vezes o valor necessário para manter os serviços da internet ativos.

Sem a internet, também, as únicas mídias disponíveis para informação seriam jornais, revistas e TVs. Ambos não permitem a consulta livre de informações, ao contrário da internet. Por isso que, hoje, 65% das pessoas em todo o mundo se informam através da internet.

Em nível de redes sociais, o Facebook não teria dado emprego a 450 mil pessoas nos Estados Unidos. Aliás, qualquer profissão relacionada a web também não existiria.

A importância da internet para o mundo é tanta que, sem ela, os países seriam independentes uns dos outros, causando um grande colapso mundial. Um exemplo disso é que, atualmente, a internet contribui com US$ 2,3 trilhões para as nações do G-20. E algumas nações que sofriam com a ditadura puderam se libertar com a ajuda da web. Exemplo recente foi o caso do Egito, onde 90 mil egípcios organizaram uma revolução pelo Twitter e, 18 dias depois, provocaram o fim de uma ditadura de 30 anos.

Tags: Infográfico Internet Mundo Sem Internet


Luana Costa

Jornalista, trabalha como Web Writer. Antenada no mundo da tecnologia, mas com um gosto cultural particularmente retrô. Usa a frase do autor norte-americano Bill Watterson - salve Calvin e Haroldo! - para se definir: "Pessoa simples, de gostos complexos."