O que é conteúdo duplicado?

SEO com Black Hat para uma boa posição nos buscadores

O que é conteúdo duplicado?

Publicada: 15/04/2010

Para alguns vale tudo para ter seu site visível no Google. Interessados em um bom posicionamento no buscador a qualquer custo, alguns profissionais e conhecedores de técnicas de SEO (otimização de sites), adeptos do Black Hat, descobriram uma técnica de fazer isso usando o chamado conteúdo duplicado.

Duplicar conteúdo, nada mais é apertar o "Crlt + C" em outro site e, depois, o "Crlt + V" no seu. Tudo bem, vamos esclarecer isso melhor. Você visita um site de notícias, por exemplo, e repara que uma das informações é bem pertinente a proposta do seu blog ou site. Então, você resolve divulgar: copia o conteúdo e publica no seu website e deixa de colocar créditos, o que faz parecer que aquele texto é de sua autoria. Isso é conteúdo duplicado.

Com isso, na hora que o usuário fizer uma busca por palavra-chave, vai acabar encontrando a mesma informação em dois endereços diferentes. E o site autor do texto original terá que dividir acessos com aquele que copiou sua informação.

Mas, claro que o Google não acha isso legal. O buscador procura indexar páginas com informações diferentes. Quando percebe que o conteúdo foi duplicado para burlar o sistema classificatório, o Google modifica a classificação dos sites envolvidos. Essa modificação poderá prejudicar o site que duplicou o conteúdo ou até removê-lo completamente do índice de pesquisas do Google. Trocando em miúdos, ele não irá aparecer mais nos resultados de busca.

Vale lembrar, que além do exemplo acima, existem outras formas de duplicar conteúdo: meta tags, duas ou mais URLs com conteúdos idênticos ou muito similares. Quando o mesmo conteúdo aparecer duas vezes na web, seja em sites diferentes ou no mesmo endereço estará utilizando duplicando conteúdo.

E se o seu site for a vítima da história? Se alguém gostar do que você publicou e reproduzir seu texto? O Google não pune o site que reproduziu sua publicação, a não ser que perceba que aquilo é uma técnica de spam. O jeito é conversar com quem publicou para acertarem pelo menos a publicação dos créditos pela autoria do texto. Em todo caso, se você conseguir provar que o texto é de sua autoria, poderá recorrer às leis de direito autoral.

Tags: Conteúdo Google Otimização de Sites SEO Webwriting


Audrey Bertho

Jornalista, apaixonada por todas as expressões da arte (com uma quedinha para a música) e antenada com o mundo tecnológico. Adora R.E.M, ipês amarelos, happy hours estendidos e ainda tem esperança no ser humano e em um mundo melhor.