SEO: a importância da tag title e description (Parte 1)

Conheça o significado da tag de título e a descrição da página de um site, e a importância de cada uma delas para um bom resultado na busca do Google

Publicada: 14/12/2012

Antes de tudo, vamos a uma breve explicação sobre o que é “tag title” e “description” e sua importância no SEO:

Quando fazemos uma busca no Google, digitamos uma palavra-chave e, em retorno, recebemos uma série de resultados relacionados à palavra que procuramos. Esses resultados são exibidos no formato de um mini-texto, contendo:

  1. Um título com hiperlink – ao clicar no hiperlink, nós (internautas) somos transportados para uma página que contém alguma informação sobre aquilo que procuramos;
  2. Uma url da página – mais ou menos assim: www.website.com.br/pagina-dentro-deste-website-onde-está-a-informação-contendo-a-palavra-chave-que-pesquisamos
  3. Um breve trecho do conteúdo da página - um pequeno resumo que nos mostra o que encontraremos na página (relacionado à nossa pesquisa) se resolvermos clicar ali.

O título exibido é o que chamamos de “tag title”, ou “tag de título”, enquanto “description”, ou “descrição”, trata-se do resumo do conteúdo da página.

Os robôs do Google rastreiam as páginas em busca daquilo que parecer mais relevante para o usuário em relação à palavra-chave digitada. As páginas com os melhores conteúdos, avaliados com base em diversos fatores, aparecem bem posicionadas nos primeiros lugares.

Entre os diversos fatores avaliados pelo Google para medir a relevância de uma página, dois deles são justamente a “tag title” e a “description”, e daí sua grande importância. Boas “tag titles” e “descriptions” podem elevar a relevância de uma página, assim como também podem prejudicá-la bastante, com uma posição ruim, se forem feitas de forma equivocada.

Nos sistemas administrativos dos sites criados pela World Online, por exemplo, é possível que qualquer cliente possa, por si mesmo, editar essas informações e, se tiver um conhecimento razoável de técnicas de SEO e souber aplicá-las corretamente, poderá melhorar a relevância do conteúdo de seu site e, conseqüentemente, seu posicionamento no Google.

Por outro lado, uma pessoa inexperiente - em regras de SEO, e não apenas redação - poderá cometer erros como colocar a mesma “tag title” e “description” em todas as páginas do site, por exemplo, acreditando que isso terá um efeito positivo, e acabar sendo punida pelo Google com uma má posição do site no buscador.

Por quê? Porque o Google possui uma série de regrinhas pra mensurar a relevância que um site terá para o usuário, assim como também possui outro tanto de regras para rastrear sites que estejam tentando parecer mais relevantes do que são realmente. Colocar a mesma “tag title” e “description” em todas as páginas do site são algumas das coisas, aparentemente inocentes aos nossos olhos humanos, mas que são mal interpretadas pelo buscador e até dignas de punição.

Para explicar melhor o porquê desse exemplo das repetições de títulos e descrições da página, aparentemente inocente, acabar prejudicando o site, vejamos a seguinte analogia, proposta pela Cleide Verni, da equipe de marketing digital da World Online, entre o site e um caixa eletrônico:

“Imagine o caso: você precisa sacar um valor do caixa eletrônico, mas o equipamento do seu banco exibe apenas uma tela com vários botões iguais, em todos eles escrito “Banco com mais de X anos”, e você deve apertar cada um deles para saber qual é o botão para saque. Você ficaria no mínimo confuso porque o equipamento está atrapalhando sua vida, e na primeira oportunidade iria para outro banco. Da mesma forma, se você colocar títulos e descrições que não são condizentes ao conteúdo que está oferecendo, os robôs de busca não irão perder tempo indexando as páginas do seu site, e os internautas irão para o site do concorrente.”

Cleide Verni.

 

O Google é uma máquina de busca e, como qualquer máquina, tem sua própria forma de funcionar e sua própria linguagem de códigos emitidos e interpretações dos sinais que recebe. Operá-lo bem é possível, mas é preciso antes que dominemos muito bem esse seu “manual de instruções” e o idioma pelo qual ele se comunica. E não só precisamos entender bem o que ele [Google] nos comunica, mas também tomarmos o cuidado de enviar informações nos certificando de que elas sejam interpretadas da forma que esperamos, igualmente pela programação, como pelos internautas.

No próximo texto darei algumas dicas de como escrever a “tag title” e “description” de cada página do site, mas se mesmo assim você ficar receoso de cometer algum erro que acabe prejudicando seu site, o ideal é recorrer a algum serviço especializado de SEO, onde os profissionais estejam capacitados para identificar as ações para melhorar o posicionamento do site e aquilo que não deve ser feito, pois sofrerá punição do Google.

Tags: Description Otimização de Sites SEO Tag Title


Audrey Bertho

Jornalista, apaixonada por todas as expressões da arte (com uma quedinha para a música) e antenada com o mundo tecnológico. Adora R.E.M, ipês amarelos, happy hours estendidos e ainda tem esperança no ser humano e em um mundo melhor.